Cerca de 6 minutos

Quem sou eu? Porquê estou aqui? Qual o sentido da vida? De onde eu vim? Para onde eu vou quando morrer? Existe vida após a morte? Existe um Deus? Só um? Ele é bom?

Estas são algumas das perguntas que alguém poderia fazer na busca por uma verdade sobre a vida humana e tudo que existe. Você já parou para pensar quantas são as possíveis respostas para cada uma destas perguntas? Toda pessoa que acredita em uma resposta qualquer, pode lhe garantir que aquilo em que ela acredita é a única verdade. Afinal, ninguém acredita em algo que pensa ser mentira.

No meio de tantas possibilidades, como descobrir qual é a verdade?

Fácil, a verdade simplesmente não existe.

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. – João 8:32

Verdade é um conceito subjetivo

Não existe uma verdade absoluta pois este é um conceito subjetivo. Nossa percepção sobre as coisas é composta por uma miríade de fatores que vão sendo somados durante toda a vida e que lhe levam a chegar a uma determinada conclusão sobre algum assunto. E isto será o que você acredita.

Mas o que você acredita é apenas isso, o que você acredita. O que você acredita não é a verdade absoluta sobre nada, é a sua verdade. Se você acredita que existe um Deus, você pode provar? Se você acredita que não existe um Deus, você pode provar?

O materialista acredita que não existe nada além da matéria, estamos aqui por mera obra do acaso e quando morremos, acabou. O espiritualista acredita que existe algo além da matéria, estamos aqui por um motivo e quando morremos, seguimos em frente. Ambos acreditam, mas não podem provar.

Alguém pode até alegar que pode provar, mas o que poderá oferecer serão argumentos, observações e inferências que são aceitas na sua própria percepção, na expectativa de que sejam suficientes para convencer uma outra pessoa sobre o seu ponto de vista. Mas provas, irrefutáveis, nada.

Até mesmo uma prova não prova muita coisa, pois com o avanço da tecnologia a cada dia se descobrem novas coisas que não eram conhecidas, e algumas até consideradas impossíveis. Se alguém conseguir uma prova de que não existe vida após a morte pode apenas não ter a tecnologia certa para provar o contrário.

Verdade é um conceito subjetivo, é um conceito pessoal, é uma decisão de cada ser humano que existe. Então, cada um tem a sua verdade.

A diferença entre acreditar e ter certeza

Para a grande maioria das coisas que existem na vida, escolhemos acreditar em uma versão ou outra. Porém acreditar é muito diferente de ter certeza. Você acredita em algo porque escolheu acreditar, mas você só pode ter certeza de algo que você viveu e experimentou. É por isso que ninguém tem certeza de que existe vida após a morte, mesmo que boa parte da população mundial acredite.

Quando você passa por uma experiência, você não pode racionalmente negar o que viu, sentiu ou experimentou, mesmo que não compreenda ou não saiba explicar. Você tem certeza porque viu com os próprios olhos, esta é a verdade, para você.

Digamos que uma pessoa subiu uma montanha e quando ela desce, você lhe pergunta como foi a subida e como é a vista lá de cima. Ela lhe responde: “A subida foi muito difícil, achei que não iria conseguir, mas a vista é incrível e compensa o esforço”.

Você pode escolher acreditar que a subida é difícil, mas isto depende da aptidão física de cada pessoa. Você pode escolher acreditar que a vista é incrível, mas isso depende da percepção de beleza de cada pessoa. Você pode escolher acreditar que a vista justifica o esforço, mas este é um julgamento que dependerá dos dois fatores anteriores.

Você pode acreditar que a subida é difícil e a vista linda, mas só terá certeza quando subir a montanha por conta própria.

Autoconhecimento e espiritualidade

O autoconhecimento é uma experiência pessoal. Você encontrará ferramentas que lhe ajudam a subir a montanha, mas você terá que ir até lá com suas próprias pernas. As ferramentas podem lhe facilitar a caminhada, mas não podem lhe dizer o que você vai encontrar durante a subida e como superar os obstáculos e dificuldades.

O mesmo vale para a espiritualidade, ela acontece dentro de cada ser humano, é uma experiencia que se vive diariamente. Não dá para provar para outro ser humano a sua espiritualidade. Religião, rituais e outras práticas são apenas ferramentas que lhe ajudam na caminhada, mas não caminham por você. Você precisa desenvolvê-la, encontra-la.

O belo deste sistema é que cada ser precisa encontrar o seu próprio caminho e percorre-lo por conta própria. Desta forma, quando ele chega lá todos os méritos são exclusivamente dele. E é com base no mérito que cada um avança.

Pare de procurar a verdade fora de você

Qualquer pessoa só aceitará como verdade aquilo que quiser. Ninguém pode forçar ninguém a acreditar em algo que não quer. Se você for capaz de analisar o que está dentro de você e que critérios usa para acreditar ou desacreditar, estará em uma posição muito melhor para decidir por conta própria que versão da verdade melhor lhe serve.

O Universo é um lugar cheio de mistérios e nós não sabemos o que não sabemos. Sempre haverá muito a descobrir e muito do que acreditamos poderá mudar em algum momento. É uma excelente opção simplesmente aceitarmos o fato de que nunca saberemos certas coisas, que muitas verdades existem e que é inútil tentar convencer outras pessoas da sua verdade.

Escolha no que você quer acreditar, decida qual é a sua verdade. Não sinta receio de acreditar em algo diferente do que as pessoas ao seu redor acreditam, diferente do que lhe ensinaram quando criança. É possível que a maioria não faça ideia de porquê acredita no que acredita.

A verdade que você procura fora, esteve dentro de você o tempo todo.

Sua verdade molda sua realidade

Eu escolhi acreditar que o Universo em que vivemos é um lugar mágico. Um lugar onde aquilo que eu dou atenção, penso e sinto se transforma em realidade. Isto me ensina a observar onde coloco minha atenção, me ensina a escolher melhor meus pensamentos e sentimentos, me ensina a necessidade de conhecer o que quero e a assumir total responsabilidade sobre minha vida. Me ensina que nunca sou uma vítima e sempre sou um criador.

Escolhi acreditar que sou um espírito imortal e que estarei aqui encarnado novamente no futuro. Isto me ensina a preservar a natureza agora, pois eu quero desfrutar de um planeta melhor no futuro. Me motiva a me tornar o melhor que posso ser agora, pois quanto mais me esforço agora, melhor serão minhas próximas vidas aqui. Me lembra que daqui só levarei as experiências e que eu sou o motivo de eu estar aqui, por isso devo investir mais em mim do que em apenas acumular coisas.

Escolhi acreditar que somos todos um. Isto me ensina a valorizar tudo que existe e a olhar para cada pessoa como parte de mim e a todos como expressões do Criador. Me ajuda a olhar a todas as pessoas como irmãos, como iguais, independente do estado de seu desenvolvimento. Me faz perceber que o que faço para o outro, faço para mim mesmo.

Escolhi acreditar na Lei da Compensação. Ela me lembra de sempre agir da melhor forma possível com todas as pessoas e em todas as situações, pois sempre colho exatamente o que planto. Me ajuda a não me magoar quando alguém me prejudica, e a não querer me vingar, pois quem prejudica o outro colhe também o que planta. Me ajuda a retribuir o mal com o bem pois é isto que quero plantar.

Você cria a você mesmo

Você sabe exatamente quem você quer ser? Identificar quais são as crenças que lhe limitam é o primeiro passo para se tornar a sua melhor versão. Escolha acreditar que você pode, que é fácil e divertido se transformar e crescer.

Você cria a você mesmo a cada instante quando realiza as inúmeras escolhas que a vida lhe apresenta. Uma boa parcela destas escolhas é feita inconscientemente e usa suas crenças. Aquilo em que você acredita define quem você é.

Escolha para você verdades que lhe ajudem a se tornar uma pessoa melhor, a pessoa que você gostaria de ser. Podemos mudar nossas crenças a qualquer momento, você não precisa passar a vida inteira acreditando em algo que veio de fora, quando o seu coração lhe diz algo diferente.

Ouça sempre a sua verdade, ela é a única que serve para você!

Diogo Luiz Miranda

Diogo Luiz Miranda

A mudança que queremos ver no mundo começa em nós, por isso compartilho ideias sobre autoconhecimento, espiritualidade e o novo pensamento.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados e aparecem no site somente após aprovação. Conheça os critérios