Tradução da música “Metamorphosis” de Darpan

“Estamos no limiar de um grande amanhecer. Algo profundo na vida está mudando. Uma era está terminando e no cerne da criação, algo novo está nascendo. Estamos despertando de um sono longo e coletivo, um sonho profundo in-vitro dentro do útero de nossa Mãe Terra. Agora é a hora de uma grande mudança nas rodas cósmicas, que resultará na reforma de nossa Terra e desencadeará uma mudança radical na consciência.

Uma onda de luz galáctica desce sobre a Terra, ativando o maior potencial, aumentando a frequência. A realidade está sendo reformada, redefinida. A ativação de novas vias neurais desencadeará novas percepções, novas informações, novos impulsos e uma recalibração do DNA. Abra-se a essas frequências dimensionais mais altas. Solte.

Ame-se nestes próximos tempos. Seja gentil um com o outro. Reúna-se em comunidade, compartilhe-se, viva seu sonho, viva seu coração. Abra. Abra-se. Esteja preparado para os desafios que virão, os tempos sombrios do caos e convulsões. Experimentaremos uma recalibração dinâmica de campos eletromagnéticos e sistemas terrestres em escala global. Fique presente. Fique calmo e centrado. Tente não julgar o que está acontecendo.

Renda-se ao processo. Mantenha-se firme no conhecimento do que está sendo gerado. O processo de nascimento é um empreendimento impressionante, uma tarefa árdua, frequentemente travada com intensidade. Fique no coração. Fique conectado com amigos e familiares amados. Lembre-se de que isso também passará e é uma purificação necessária, um grande expurgo de tudo o que não está em ressonância com o que está nascendo dentro de nós. Todos serão redimidos e reformados de maneiras milagrosas. O caos se tornará paz e a tristeza se tornará alegria. Confie. Confie com amor.

A borboleta é uma demonstração maravilhosa do poder da confiança e vulnerabilidade e no milagre da metamorfose. Afinal, o que é uma borboleta, se não o desabrochar da lagarta além de seus sonhos mais loucos? Emergindo do útero da crisálida, a borboleta descarta sua seda e casca restritivas, para herdar um novo mundo mágico de flores, brisas e sol. Um mundo de liberdade e prazer, e uma celebração de sua natureza divina. Abrindo as asas pela primeira vez, ela não tem ideia se pode voar, ela simplesmente abre as asas em perfeita confiança e é facilmente transportada para a dança em espiral do voo gracioso.

Photo by Melanie Morales on Unsplash

E tudo o que resta então é a participação alegre no êxtase divino da criação.

Ao direcionar sua luz para dentro e testemunhar sua verdadeira natureza, você se torna um espelho vazio e vai além de crenças ou doutrinas. Dissolvendo os véus, o sem forma toma forma. Indo ou vindo, estamos no lugar certo. À medida que os véus são erguidos, perceberemos mundos de beleza inimaginável.

Os mundos astrais de luz transformadora brilharão e interpenetrarão a densidade da matéria, tornando-a translúcida, menos densa e mais permeável aos nossos pensamentos e sentimentos. A realidade multidimensional e a interconectividade de todas as coisas serão tão claras quanto a luz solar. E assim como a luz não está separada do sol e a onda não está separada do oceano, perceberemos nossa conexão com a fonte e nos reconheceremos um no outro, como um vasto oceano de amor e luz. Deixe o divino reconhecer o divino. As luzes encontrarão outras luzes. E como a centelha acende dentro de você, também acenderá dentro dos outros, em um majestoso esplendor da consciência e acenderá o mundo em sua magnificência. Um novo mundo sem medo, sem guerra, sem cobiça na custódia segura de uma espécie desperta, manifestando paz com amor, luz e celebração.

Que a Mãe divina abençoe todos os seres sencientes como seus filhos. Que os ascensos abençoem a humanidade. Que a religião seja varrida pela revelação do que somos. Que os filhos da Terra entendam que este será o local de nascimento de uma nova humanidade. O nascimento de um novo homem/mulher, totalmente descontínuo do passado; liberto, transformado, metamorfoseado em um ser multidimensional; consciente, completo e livre.”

Diogo Luiz Miranda

Diogo Luiz Miranda

Eu sou um agente da mudança. Meu método é lhe oferecer algo sobre o que pensar. Minha missão é incentivar a busca pelo autoconhecimento e pela espiritualidade como ferramentas de desenvolvimento pessoal, pois através de nosso crescimento enquanto indivíduos, podemos transformar o mundo.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados e aparecem no site somente após aprovação. Conheça os critérios

Feito de para você em Florianópolis